17 de fev. de 2008

NBA considera expansão para a Europa

"A Liga Norte Americana de Basquete (NBA) pode expandi-se na Europa nessa próxima década" - essa foi a afirmação de David Stern. A NBA está estudando estabelecer novas franquias na Europa e realocar outras. Existem muitas equipes de basquete na Europa, mas David Stern acredita que para a iniciativa ser um sucesso, é necessário um plano de marketing e esportivo, e quem nem todas as já existentes iriam fazer parte desse novo cluster. "O que temos sempre em mente é a necessidade de arenas adequadamente estruturas, para atender aos fãs apropriadamente, ou seja, haverá a necessidade de recursos financeiros para uma equipe competir na Europa pela NBA" - acrecentou. A NBA foi a Londres em outubro, quando o Boston Celtics bateu o Minnesota Timberwolves no O2 Arena. Stern citou a O2 Arena como um esboço do que deveria ser seguido em outras cidades. "O O2 , em Londres, é uma arena no estilo NBA que já está pronta", disse Stern. Durante o All-Star Game, Mr. Stern e uma comissão de eventos de Londres falaram a respeito da possibilidade do evento ir à capital da Inglaterra em 2011 ou 2012, como um evento de alta visibilidade para os Jogos Olímpicos. É esperar prá ver. Para quem não conhece, Mr. Stern foi eleito por unanimidade como o quarto "comissário" (espécie de diretor) da NBA e começou o seu mandato em 1 de fevereiro de 1984. Desde então, a NBA, acrescentou sete franquias; aumentou para quinze vezes o aumento de receitas; expandiu a exposição nas tvs americanas dramaticamente, e lançou o Women's National Basketball Association, a Liga Feminina de Basquete e a NBA Development League. Os juros gerados decorrentes das crescentes iniciativas internacionais levou a imagem dos jogos da NBA a ser televisionada em 215 países em 43 idiomas. NBA TV, que Mr. Stern lançou, em 1999, a rede de televisão do campeonato, fica no ar 24 horas por dia e está disponível em 73 países. Os site sNBA.com, WNBA.com e NBADLEAGUE.com, atraem mais de três milhões de visitantes por dia, com mais de metade dos quais provenientes de fora os E.U.A. Mr. Stern faz milagres em termos de marketing esportivo com a NBA!