25 de fev. de 2008

Maradona agora bebe Coca

Depois de ser garoto propaganda do Guaraná Antarctica (comenta-se que Maradona ganhou 150 mil dólares para fazer o comercial de refrigerante veiculado na Copa e 2006), Maradona agora vai tomar Coca-Cola. A fábrica de refrigerantes contratou o astro do futebol argentino para estrelar a nova campanha publicitária no Brasil, que terá o futebol como tema. As atividades da campanha são segredo. Especialistas defendem que a imagem de Maradona ainda é um sucesso. A pergunta que não quer calar é: será que o Brasil não tem nenhum jogador que valha ser protagonista dessa campanha? Tem que ser logo o Maradona? Vamos e venhamos, contratar o Maradona que vive uma constante batalha pessoal contra o vício e que já esteve envolvido em vários escândalos é abusar da boa vontade do consumidor e também sinal de pouca criatividade. Além disso, ele se acha melhor do que o Pelé! Como se não bastasse, Maradona transformou-se em conferencista motivacional para executivos. Cada reunião, bem produzida e movida a cachês de cerca de 10 mil dólares, serve para o ex-jogador e ex-viciado contar como superou os problemas da vida. Suas agruras e seus sucessos também começam a ser motivo de documentários feitos por cineastas que enxergam Maradona como potente fonte de bilheteria. E estão certos: há milhões de espectadores interessados em histórias como essa: pobreza, sucesso... pobreza, sucesso. Assim, o ex-jogador vive agora da fama e acumula alguns milhões de dólares. Embolsou mais 250 mil dólares para participar de um jogo amistoso no Peru. Ganhou 500 mil dólares pelo Showboll no Chile e mais 70 mil dólares para dar uma entrevista à BBC de Londres. Ganhou alguns trocados também com o programa dele de tv...e entre um drible e outro, Maradona segue a vida - tocando a bola e ganhando uns "trocadinhos".